Gramática Espanhol de Verdade

Tire todas suas dúvidas de espanhol com a nossa Gramática Online, 100% gratuita.!

[GUIA] Aumentativo e Diminutivo em Espanhol: Como usar e exemplos

CONTEÚDO DESTE ARTIGO

Alguma vez você já quis dizer que algo era maior ou menor? Tal como em português, o espanhol também apresenta graus de substantivo, ou seja, possui um aumentativo e um diminutivo para falar de tamanho ou relevância. Então, vamos aprender agora como falar isso em espanhol com as mais diversas terminações que existem no idioma.

 

Graus de substantivo no espanhol

 

Como uma forma de aumentar ou diminuir o tamanho ou a relevância de algo. O aumentativo, como o próprio nome diz, incrementa dimensões e apreço ao determinado substantivo; enquanto que o diminutivo reduz esses parâmetros. Para dar essa ideia de maior ou menor, melhor ou pior, usamos sufixos (mudança no final da palavra) no nome a ser alterado. Vamos ver alguns deles a seguir, uma vez que cada região pode usar uma forma diferente para formá-los; além disso, seria complicado demais falar de absolutamente todas as formas.

 

O aumentativo em espanhol

 

Existem quatro formas principais e mais difusas nos países hispanófonos. Como a maioria das palavras em espanhol terminam com vogal, basta simplesmente tirá-la e adicionar o sufixo, mas, caso não seja assim, geralmente se interpõe um “–Z–” antes do dito sufixo, mas outras consoantes podem ser colocadas também. Uma coisa interessante é que algumas palavras femininas, ao fazerem seu aumentativo, adotam o gênero gramatical masculino, principalmente quando a terminação usada é o “–ón”. Acompanhe o quadro a seguir:

 

SUFIJOS DE AUMENTATIVO EN ESPAÑOL
SUFIJOEXPLICACIÓN Y EJEMPLOS
–ÓN, –ONA

–ONES, –ONAS

Talvez seja o mais famoso sufixo de aumentativo no espanhol, por ser semelhante aos nossos “–ão” e “–ona” do português. Outros sufixos de aumentativo usam o “–ón”, porém, com outras letras atrás.

Exemplos: peliculón (película), hombretón (hombre), abejón (abejón), papelón (papel, usado como adjetivo), torreón (torre) etc.

–OTE, –OTA

–OTES, –OTAS

Estas terminações também são muito usadas na língua espanhola em todos os países. Também ocorre interpolação de outras consoantes no meio, caso seja necessário. Além disso, ocorre um revezamento entre esta forma e as formas “–ón, –ona” em todos os países.

Exemplos: ratonzote (ratón), besote (beso), grandote (grande), muchachote (muchacho) etc.

–AZO, –AZA

–AZOS, –AZAS

Os sufixos “–azo” e afins também servem como aumentativo, mas, além disso, igualmente apontam uma melhor qualidade daquilo que se fala.

Exemplos: temazo (tema), hotelazo (hotel), pelotazo (golpe de una pelota), golpetazo (golpe).

–ACO, –ACA

–ACOS, –ACAS

Este soa um pouco depreciativo e é usado principalmente na Espanha.

Exemplo: chistaco (chiste) etc.

DEPRECIATIVO: –UCHO, –UCHA, –UCHOS, –UCHAS

 

O diminutivo em espanhol

 

Por sua vez, o diminutivo tem muito mais formas. Geralmente, o diminutivo apresenta, além da ideia de algo menor, uma conotação carinhosa do que é falado. De igual modo, ocorre a interposição de outras letras entre a palavra e o sufixo, caso seja necessário. Vamos ver os sufixos:

 

SUFIJOS DE DIMINUTIVO EN ESPAÑOL
SUFIJOEXPLICACIÓN Y EJEMPLOS
–ITO, –ITA

–ITOS, –ITAS

O mais famoso sufixo de diminutivo. Praticamente, todas as palavras podem fazer diminutivo com ele.

Exemplos: chiquito (chico), gordito (gordito), ratoncito (ratón), trocito (trozo), ahorita (ahora), lucecita (luz), estrellita (estrella) etc.

–ILLO, –ILLA

–ILLOS, –ILLAS

De uso principal na Espanha, funciona do mesmo jeito que o anterior.

Exemplos: manecilla (mano), chiquilla (chica), ratoncillo (ratón) etc.

–ICO, –ICA

–ICOS, –ICAS

Colômbia, Venezuela, Rep. Dominicana, Cuba, Costa Rica e Espanha usam esses sufixos constantemente.

Exemplos: cartica (carta), gatico (gato), colorcico (color) etc.

–ÍN, –INO, –INA

–INOS, –INAS

Algumas regiões da Espanha também apresentam a forma “–ín, –ino, –ina” como substituto de “–ito” e afins.

Exemplos: plumín (pluma), botequín (bote), chiquitina (chica) etc.

–UELO, –UELA

–UELOS, –UELAS

Observado no México e na Espanha.

Exemplos: tontuelo (tonto), pajaruelo (pájaro), ladronzuelo (ladrón) etc.

–ISUsado principalmente na Argentina e no México, sua maior diferença é que não há flexão de gênero, nem de número. Vale ressaltar que é bem informal e usado para demonstrar afeto.

Exemplos: lueguis (luego), pelis (pelo), chiquis (chico, chica) etc.

 

Por enquanto, é isso o que temos para lhe ensinar. Pratique sempre para guardar todo o conteúdo, hein! ¡Nos vemos en la próxima clase!

Quer aprender mais? Se liga:

Gostou? Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

LIVRO DIGITAL GRATUITO!

Baixe agora a versão digital do livro “7 erros mais comuns dos brasileiros ao falar espanhol” e evite complicações ao falar espanhol em diversas situações!

PREENCHA E BAIXE:

O Espanhol de Verdade é escola online com marca registrada  pela SDR Digital – CNPJ 27.291.714/0001-52 – Com sede em Belo Horizonte – Minas Gerais. contato@espanholdeverdade.com.br